CARRAPICHO

Tic, Tic, Tac

1997

Lima

Ariola

3:45

Bate forte o tambor
Que eu quero é tic tic tic tic tac
Bate forte o tambor
Que eu quero é tic tic tic tic tac
É nesta dança que meu boi balança
E o povão de fora vem para brincar
É nesta dança que meu boi balança
E o povão de fora vem para brincar
As barrancas de terras caidas
Faz barrento o nosso rio mar
As barrancas de terras caidas
Faz barrento o nosso rio mar
Amazonas rio da minha vida
Imagem tão linda
Que meu Deus criou
Fez o céu a mata e a terra
Uniu os caboclos
Construiu o amor
Fez o céu a mata e a terra
Uniu os caboclos
Construiu o amor
Bate forte o tambor
Que eu quero é tic tic tic tic tac
Bate forte o tambor
Que eu quero é tic tic tic tic tac
É nesta dança que meu boi balança
E o povão de fora vem para brincar
É nesta dança que meu boi balança
E o povão de fora vem para brincar
Bate forte o tambor
Que eu quero é tic tic tic tic tac
Bate forte o tambor
Que eu quero é tic tic tic tic tac
É nesta dança que meu boi balança
E o povão de fora vem para brincar
É nesta dança que meu boi balança
E o povão de fora vem para brincar
As barrancas de terras caidas
Faz barrento o nosso rio mar
As barrancas de terras caidas
Faz barrento o nosso rio mar
Amazonas rio da minha vida
Imagem tão linda
Que meu Deus criou
Fez o céu a mata e a terra
Uniu os caboclos
Construiu o amor
Fez o céu a mata e a terra
Uniu os caboclos
Construiu o amor
Bate forte o tambor
Que eu quero é tic tic tic tic tac
Bate forte o tambor
Que eu quero é tic tic tic tic tac
Bate forte o tambor